Domingo
16 de Janeiro de 2022 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas da sua área de interesse
Seu nome
Email

TRT/RJ assina protocolo de cooperação com a Federação de Futebol do Estado do RJ (Ferj)

Nessa sexta-feira (3/12), o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ) deu seguimento ao II Congresso Nacional de Direito Desportivo na Justiça do Trabalho. Promovido pela Escola Judicial do TRT/RJ, o evento reuniu, desde quinta-feira (2/12), entidades nacionais e internacionais, representantes de clubes de futebol do Rio, da Federação de Futebol do Estado (Ferj), do Comitê Olímpico Brasileiro, magistrados e advogados para debater os temas mais atuais da área e seu impacto para atletas, agremiações, público em geral e para a Justiça do Trabalho.   O primeiro painel do dia, “Os desafios físicos e mentais dos esportes de alto rendimento”, foi mediado pelo desembargador federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) Theophilo Miguel. Nele, o técnico de vôlei Bernardo Rocha de Rezende (Bernardinho) falou sobre a gestão de pessoas em esportes de alto rendimento. “O ‘manager’ (técnico) é gestor de um grupo de pessoas. Nossa indústria é desenvolver pessoas. Quanto mais bem preparadas, melhor o resultado. A cobrança em alguém é por acreditar que a pessoa tem capacidade de executar”, afirmou.   Painéis: Já o painel “Execução concentrada dos clubes de futebol: realidade nos tribunais do trabalho” foi debatido pelos corregedores-regionais, desembargadora Ana Paula Lockman, do TRT de Campinas (TRT15) ; e o desembargador Sérgio Pinto Martins, do TRT de São Paulo (TRT2), contando com a mediação do advogado e membro da Academia Nacional de Direito, Luiz Antonio Abagge. Em seguida, o painel ¨Bate-bola com amadores” proporcionou uma conversa sobre a importância do esporte no dia a dia de todos os que trabalham na área do Direito, tanto para a saúde pessoal quanto para o ambiente de trabalho. Na ocasião, o juiz auxiliar da Escola Judicial do TRT/RJ (EJ1), Fábio Gomes; o auditor da Agência Mundial Antidoping Terence Zveiter; e o advogado Gustavo Souza, presidente do Comitê de Ética da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa e da Comissão Eleitoral da Comissão Brasileira de Surf; trocaram experiências sobre como a prática esportiva prepara corpo e mente. O encontro também foi mediado pelo desembargador federal do TRF2, Theophilo Miguel. Protocolo de cooperação: Ao fim do evento, a presidente do TRT/RJ, desembargadora Edith Tourinho, e o diretor da Escola Judicial, desembargador Leonardo da Silveira Pacheco, assinaram protocolo de cooperação com o presidente da Ferj, Rubens Lopez. O documento, que também recebeu a assinatura do ministro do TST, Guilherme Augusto Caputo Bastos, busca incentivar a prática de mediação e conciliação como solução e pacificação de conflitos desportivos de clubes filiados à entidade de administração do desporto carioca. A presidente parabenizou a Escola Judicial pela organização do evento e agradeceu a participação dos palestrantes, convidados e autoridades, lembrando ser uma satisfação a celebração do protocolo. “Por incentivar a prática de mediação e conciliação, certamente, se afina com a Política Nacional de Conciliação, diretriz para todo poder Judiciário e para a pacificação social”, reforçou a desembargadora Edith Tourinho. O diretor da EJ corroborou o discurso da presidência.“Que possamos, com a união com do TRT/RJ, da Escola Judicial e da Ferj, começar a expandir aquilo que o próprio Código de Processo Civil preconiza: a cultura de paz, tentar pacificar um conflito para chegar a uma solução sem a necessidade de judicializá-lo. Agradeço a Ferj por abraçar esta ideia”, finalizou o desembargador Leonardo Pacheco. As palestras dos dois dias de evento podem ser acessadas no canal do YouTube da Escola Judicial do TRT/RJ.    
03/12/2021 (00:00)
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia