Sábado
04 de Julho de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas da sua área de interesse
Seu nome
Email

INSTITUCIONAL: Diretores do foro das 14 Seções Judiciárias da 1ª Região tomam posse em ato presencial com suporte de vídeo

Os diretores e vice-diretores do foro que conduzirão, pelos próximos dois anos, as 14 Seções Judiciárias que compõem a Justiça Federal da 1ª Região tomaram posse nesta segunda-feira, dia 1º de junho. Em solenidade realizada de forma presencial com suporte de vídeo, pela plataforma Microsoft Teams, e com transmissão em tempo real pelo YouTube, 28 juízes federais assinaram, virtualmente, o termo de posse e assumiram o compromisso de gerir as unidades de 1ª instância do Tribunal Regional Federal da 1ª Região pelo biênio 2020-2022. A cerimônia foi aberta pelo presidente do TRF1, desembargador federal I’talo Mendes, que cumprimentou a todos e passou a palavra ao diretor-geral da Secretaria, Carlos Frederico Maia Bezerra, para ler o termo de posse dos diretores e vices. O presidente, antes de passar a palavra aos empossados, agradeceu aos magistrados que realizaram com êxito o trabalho de conduzir todas as Seções Judiciárias sob jurisdição da JF1 durante o biênio 2018-2020. Em seguida, os novos diretores e vice-diretores do foro das Seccionais firmaram compromisso solene de posse e iniciaram seus discursos. O primeiro a se pronunciar foi o empossado para a Seção Judiciária do Acre, juiz federal Herley da Luz Brasil, que falou sobre o papel do Estado no bem-estar dos cidadãos e a contribuição do Poder Judiciário nesse âmbito. O juiz federal Jucelio Fleury Neto, que dirigirá a Seção Judiciária do Amapá, afirmou que sua tarefa será lutar por melhorias na Seccional em um cenário de restrições sociais e orçamentárias. O juiz federal Ricardo Augusto de Sales, que atuará como diretor do foro da Seccional do Amazonas, destacou a peculiaridade do evento na transmissão simultânea para toda a Primeira Região e se comprometeu a exercer uma gestão participativa e transparente. Ao assumir a Direção do Foro da Seção Judiciária da Bahia, o juiz federal Fábio Moreira Ramiro destacou as proporções continentais da jurisdição do TRF1 e o enfrentamento do corte orçamentário, comprometendo-se a gerir a Seccional da melhor forma possível em conjunto com o trabalho dos servidores e colaboradores das unidades baianas. O diretor do foro empossado da Seção Judiciária do Distrito Federal, juiz federal Marcelo Velasco Nascimento Albernaz, agradeceu pela confiança nele depositada e frisou a importância da execução de projetos efetivos na Justiça Federal, tais como o Processo Judicial Eletrônico (PJe) e a digitalização de processos físicos. À frente da Seção Judiciária de Goiás, o juiz federal Fausto Mendanha Gonzaga convidou os participantes a uma reflexão do momento atual para a sociedade e afirmou ser uma oportunidade de recomeço. O diretor do foro da Seccional do Maranhão, juiz federal Neian Milhomem Cruz, destacou que o trabalho de líder é motivar a equipe e ressaltou a importância de todos os colaboradores da Justiça Federal no estado para a efetividade na prestação de serviços. Conduzindo a Seção Judiciária de Mato Grosso, a juíza federal Vanessa Curti Perenha Gasques falou sobre a baixa quantidade de mulheres em cargos de direção e salientou o próprio desejo de prestar um bom trabalho por meio de gestão eficiente e criativa. A juíza federal Vânila Cardoso André de Moraes, que conduzirá a Seção Judiciária de Minas Gerais, evidenciou os desafios que enfrentará durante a gestão, garantindo dar o seu melhor e apostar em inteligência coletiva, expansão tecnológica, comunicação célere, capacitação e inovação. A magistrada defendeu, ainda, a criação do Tribunal Regional Federal da 6ª Região que abrangerá o estado de Minas Gerais. O novo diretor do foro da Seção Judiciária do Pará, juiz federal José Airton de Aguiar Portela, enfatizou que a administração faz parte do trabalho de um juiz, demonstrando esperança e fé no cumprimento da missão a ele designada. O juiz federal Nazareno César Moreira Rêis, à frente da Seção Judiciária do Piauí, falou sobre os novos desafios da atualidade e a necessidade de novas respostas por parte da Justiça Federal frente a essas dificuldades. Para conduzir a Seção Judiciária de Rondônia, o juiz federal Flávio Fraga e Silva propôs investir em inteligência artificial e digitalização de processos físicos, destacando que o objetivo do gestor é sempre oferecer infraestrutura necessária para o bom desempenho de funções. Ressaltando que a Seção Judiciária de Roraima, a qual gerirá nos próximos anos, tem a menor estrutura da Primeira Região, o juiz federal Felipe Bouzada Flores Viana declarou que esse fator não influencia na nobreza do trabalho da Seccional, comprometendo-se a dar o melhor de si para alcançar desempenho satisfatório. Por fim, o juiz federal Eduardo de Melo Gama, que será diretor do foro da Seção Judiciária do Tocantins neste biênio, enfatizou a competência das gestões anteriores e o Selo Diamante conquistado pela Seccional em 2019 e firmou o compromisso de trabalhar para que a comarca se mantenha em lugar de destaque na JF1. Encerrando a solenidade, o presidente do TRF1 promoveu a reflexão sobre o momento em que a sociedade se encontra e sintetizou a gestão em uma palavra: convite. “No contexto em que vivemos, é impossível administrar sozinho. Convido aos diretores e vice-diretores do foro das persas seções judiciárias que integram a Primeira Região para colocarmos o nosso pequeno pedregulho para a construção de um mundo e de uma Justiça melhor”, afirmou o magistrado. I’talo Mendes convidou os novos dirigentes das Seccionais a partilharem preocupações e compartilharem ideais, tornando a Justiça Federal um braço para que o cidadão alcance os direitos e se colocou à disposição para trocar ideias sempre, considerando que todos têm o mesmo objetivo: o de proporcionar bem-estar aos jurisdicionados da Justiça Federal da 1ª Região. Confira abaixo a lista completa dos diretores e vice-diretores de foro empossados: Seção Judiciária do Acre – juízes federais Herley da Luz Brasil (diretor) e José Geraldo Amaral Fonseca Júnior (vice-diretor); Seção Judiciária do Amapá – juízes federais Jucelio Fleury Neto (diretor) e Leonardo Hernandez Santos Soares (vice-diretor); Seção Judiciária do Amazonas – juízes federais Ricardo Augusto de Sales (diretor) e Marllon Sousa (vice-diretor); Seção Judiciária da Bahia – juízes federais Fábio Moreira Ramiro (diretor) e Durval Carneiro Neto (vice-diretor); Seção Judiciária do Distrito Federal – juízes federais Marcelo Velasco Nascimento Albernaz (diretor) e Rafael Paulo Soares Pinto (vice-diretor); Seção Judiciária de Goiás – juízes federais Fausto Mendanha Gonzaga (diretor) e Warney Paulo Nery Araujo (vice-diretor); Seção Judiciária do Maranhão – juízes federais Neian Milhomem Cruz (diretor) e Rubem Lima de Paula Filho (vice-diretor); Seção Judiciária de Mato Grosso – juízas federais Vanessa Curti Perenha Gasques (diretora) e Juliana Maria da Paixão Araújo (vice-diretora); Seção Judiciária de Minas Gerais – juízes federais Vânila Cardoso André de Moraes (diretora) e José Carlos Machado Júnior (vice-diretor); Seção Judiciária do Pará – juízes federais José Airton de Aguiar Portela (diretor) e Cláudio Henrique Fonseca de Pina (vice-diretor); Seção Judiciária do Piauí – juízes federais Nazareno César Moreira Rêis (diretor) e Sandro Helano Soares Santiago (vice-diretor); Seção Judiciária de Rondônia – juízes federais Flávio Fraga e Silva (diretor) e Walisson Gonçalves Cunha (vice-diretor); Seção Judiciária de Roraima – juízes federais Felipe Bouzada Flores Viana (diretor) e Bruno Hermes Leal (vice-diretor); Seção Judiciária do Tocantins – juízes federais Eduardo de Melo Gama (diretor) e José Márcio da Silveira e Silva (vice-diretor).    Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região
01/06/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia