Sábado
12 de Junho de 2021 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas da sua área de interesse
Seu nome
Email

INSTITUCIONAL: Construção de edificações da Justiça Federal seguem procedimentos do Manual de Contratações de Projetos do CJF

Elaborado pela Secretaria de Gestão de Obras do Conselho da Justiça Federal (SGO/CJF), em conjunto com o Comitê Técnico de Obras Nacional da Justiça Federal (CTO/N), o Manual de Contratação de Projetos da Justiça Federal é uma diretriz de planejamento e de uniformização dos projetos desenvolvidos pelos arquitetos e engenheiros da Justiça Federal de 1º e 2º graus, para a construção de novas edificações. O documento possibilita a simplificação de todo o procedimento de contratação, por meio de planilhas automatizadas de formação de preços. Dividido em cinco partes – Planilha de Composição do BDI; Planilha Orçamentária; Cronograma Físico-Financeiro; Orçamento Sintético e Lista de Encargos – o Manual foi instituído pela Resolução CJF 339/2015 e conta com planilhas de fácil utilização, em que os cálculos são feitos de forma automática, a partir da inserção de dados básicos. Segundo o secretário de Gestão de Obras do CJF, Lúcio Castelo Branco, a metodologia do Manual tem sido aplicada com sucesso em todas as regiões, no sentido de evitar que as unidades da Justiça Federal venham a elaborar orçamentos com base em pesquisa direta no mercado, facilitando o processo de licitação e redução de custos. “Houve uma economia significativa de recursos públicos. Agora é a Justiça Federal, de forma transparente, que determina o preço máximo a ser pago em suas contratações”, declara o gestor. Os cálculos apresentados pelas planilhas são baseados no valor regional médio de construção civil, definido pelo Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (SINAPI), estabelecido pelo Decreto 7.983/2013. Nova metodologia – A atualização das metodologias a serem empregadas pela Justiça Federal incumbe à Secretaria de Gestão de Obras do CJF. Segundo Lúcio Castelo Branco, já foram disponibilizadas planilhas destinadas à contratação de engenharia consultiva, a exemplo da contratação de serviços de fiscalização para a obra de construção da nova sede da Subseção Judiciária de Blumenau, em Santa Catarina. O gestor informa que um novo procedimento para o acompanhamento das ações orçamentárias relacionadas às obras encontra-se em fase de testes com auxílio do¿Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no aspecto de novas obras, e do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), no âmbito das reformas. Para mais informações, acesse o Manual de Contratação de Projetos da Justiça Federal. AN, com informações do CJF. Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região  
11/05/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia