Quarta-feira
08 de Dezembro de 2021 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas da sua área de interesse
Seu nome
Email

Dia do Consumo Consciente: TJRJ reafirma compromisso com práticas sustentáveis

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro aproveita o Dia do Consumo Consciente, celebrado nesta sexta-feira (15/10), para reafirmar seu compromisso com o incentivo de práticas e ideias direcionadas à preservação do meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável. As atividades do Tribunal fluminense seguem em acordo com a  Resolução CNJ 400/2021 e com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), estando, desde 2010, na vanguarda do Poder Judiciário em matéria de sustentabilidade. No dia 29 de julho deste ano, a humanidade esgotou a cota anual de recursos biológicos da Terra. De acordo com a organização sem fins lucrativos Global Footprint Network, a data veio três semanas antes em comparação ao ano passado, num acréscimo de 6,6% na exploração descontrolada dos bens naturais.  À crise climática, representada por desastres naturais e ecológicos em cenas destruidoras de queimadas, dilúvios, secas e outros fenômenos, o Poder Judiciário fluminense responde com seu compromisso de minimizar as causas e os efeitos da atuação humana no clima da Terra.  O TJRJ utiliza como instrumento o Plano de Logística Sustentável (PLS), já em sua segunda edição para o biênio 2021-2023, o qual estabelece metas com o objetivo de redução do impacto de suas atividades no meio ambiente, sem perda da eficiência, tendo como premissas básicas a redução do consumo, o reaproveitamento e reciclagem de materiais e a revisão dos modelos de padrão de consumo. As medidas são elaboradas e implementadas pelo Departamento de Ações Pró-Sustentabilidade (Deape) e pela Comissão de Políticas Institucionais para Promoção da Sustentabilidade (Cosus).O presidente do TJRJ, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, destaca que o Plano apresenta iniciativa e metas com base em informações dos departamentos técnicos do Tribunal, e são efetivadas a partir de ações concretas propostas e desenvolvidas em Grupos de Trabalho. Estes Grupos de Trabalho são organizados em eixos temáticos a partir de análise técnica de indicadores realizada pela Cosus e pelo Deape.  Os sete eixos criados são: Uso racional dos recursos naturais e bens públicos; Gerenciamento de resíduos; Qualidade de vida no ambiente laboral; Educação e sensibilização sustentáveis; Contratações sustentáveis; Construções sustentáveis; e Responsabilidade social.  “O PLS/TJRJ – 2021/2023 pretende ir além, preparando o Tribunal para uma nova ordem mundial de respeito integral à natureza e à sociedade, capaz de superar os imensos desafios da atualidade, garantindo um ambiente saudável e seguro para bom desempenho da prestação jurisdicional à sociedade. Essa é a nossa missão e nosso objetivo”, afirma o presidente.  A implementação de várias práticas como a adoção do processo eletrônico judicial e administrativo; a impressão frente e verso; e a educação ambiental para conscientizar o uso responsável de equipamentos e materiais, que reduziu o gasto com o consumo do papel em 61% de 2015 para 2020 são algumas das condutas de sucesso do TJ no Rio. Além da coleta seletiva e de outros materiais para reciclagem, disponibilizando lixeiras específicas para itens como papel, plástico, metal e vidros nos Fóruns.  JGP/FS/MB
15/10/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia