Sexta-feira
19 de Abril de 2019 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba informações atualizadas da sua área de interesse
Seu nome
Email

Cartilha sobre o desenvolvimento da linguagem é lançada na Ordem

                 Daniela Reis A Ordem promoveu nesta sexta-feira, dia 22, o lançamento do Manual de Observação da Comunicação Social. A cartilha é fruto do projeto INTERAGIR, uma parceria da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CDPD) da OAB/RJ com o Conselho Regional de Fonoaudiologia/1ª Região (CRFa/1ª Região). A obra se debruça sobre o desenvolvimento da linguagem durante a infância. O evento lotou o Plenário Carlos Maurício, localizado na sede da Seccional.   Estiveram presentes na mesa de discussões o presidente da CDPD, Caio Silva de Sousa; a presidente do CRFa/1ª Região, Lucia Provenzano; o subsecretário da Pessoa com Deficiência da cidade do Rio de Janeiro, Geraldo Nogueira e a fonoaudióloga Katia Badin, que elaborou a cartilha. Em sua fala, Souza ressaltou que o propósito do manual é empoderar as famílias quanto ao processo de aquisição da linguagem: nos casos de crianças com algum tipo de deficiência a orientação se torna ainda mais fundamental. Nesse sentido, a cartilha constitui uma concretização material do projeto INTERAGIR, que busca interseções com o poder público a fim de garantir a prestação de serviços para a população.    Na sequência das exposições, Provenzano enalteceu a aliança do CRFa/1ª com a OAB/RJ: “O trabalho de um conselho profissional precisa ir além de fiscalizar e produzir normativos. Faz-se necessário efetiva defesa dos direitos do cidadão”, argumentou. Nogueira, por sua vez, trouxe a realidade da Subsecretaria da Pessoa com Deficiência (SUBPD) para a conversa. “Atendemos muitas crianças com deficiência e nesse contato percebemos como o público é dependente do tipo de informação apresentada na cartilha. E estou falando de 1500 famílias, então imaginem o impacto do material”.   Já Badin, destrinchou algumas das funções do fonoaudiólogo. “A fonoaudiologia lida com a comunicação de forma ampla, o que inclui desde a aprendizagem da fala com as crianças até as adaptações durante a velhice”, resumiu. Ao final do evento, a plateia fez comentário e perguntas para a mesa.
22/03/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia